BALANÇO: CPFL Renováveis tem receita de R$ 660 milhões no semestre

No semestre, os investimentos foram de R$ 246,3 milhões

Energisa e as vendas

A CPFL Renováveis anunciou na noite desta quarta-feira seu resultado financeiros referente ao segundo trimestre e primeiro semestre de 2015.

No 2T15, a companhia obteve prejuízo de R$93 milhões, se comparado com o mesmo período de 2014, o recuo foi de 41,3%. Já no primeiro semestre, o resultado foi de R$157,7 milhões, alta de 31,2%.

O lucro antes do pagamento de juros, impostos, amortização e depreciação do 2T15 foi de R$155,9 milhões, alta de 33,2%. No 1S15, a elevação foi de 41,1% , R$ 333,5 milhões.

A receita líquida subiu 20,6% ficando em R$ 295,6 milhões no segundo trimestre e alta de 23,6%, no semestre em R$ 660 milhões.

Destaques de trimestre

Entre os destaques, a CPFL Renováveis considera:

No segundo trimestre de 2015, a companhia registrou como destaques, a antecipação da entrada em operação comercial do parque eólico Morro dos Ventos II (29,2 MW). A capacidade em operação foi de 1.801,9 MW distribuídos em 81 usinas ao final do 2 T15 (+20,5% ante 2T14). Foram implantados cinco projetos somando 332,8 MW.

Os investimentos do primeiro semestre somaram R$ 246,3 milhões. A companhia comercializou no Leilão A-5 2015 da ANEEL, a energia da da PCH Boa Vista II, com  26,5 MW de capacidade.

Conforme o comunicado da companhia enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a situação de liquidez financeira adequada ao perfil é de um caixa de R$ 1,4 bilhões.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia