Biosev registra lucro líquido de R$ 24 milhões no segundo trimestre

Companhia mantém guidance para a safra 2016/17 projetando moagem entre 30,5 e 33,5 milhões de toneladas de cana de açúcar

Biosev e os resultados

A Biosev, segunda maior processadora de cana-de-açúcar do mundo, fechou o segundo trimestre da safra 2016/17 com um lucro líquido de R$ 24 milhões. A moagem da companhia ficou em 12,2 milhões de toneladas, um crescimento de 1,2% sobre o mesmo período do ano passado. O Polo Agroindustrial de Ribeirão Preto (Polo RP), que responde por mais da metade desse volume, com moagem de 6,6 milhões de toneladas, cresceu 0,4%. O desempenho do Polo RP foi impulsionado pelo aumento de 3,3% da produtividade dos canaviais na região, que atingiu 78,8 ton/ha.

A receita líquida no período foi de R$ 2,2 bilhões, 28,1% superior a do mesmo trimestre do ano-safra anterior. A receita com as vendas do açúcar teve um incremento de 65% na comparação sazonal, atingindo R$ 1,07 bilhão, com o mercado externo respondendo por 85% do montante. A receita líquida com etanol cresceu 6,3% no trimestre impulsionada por um aumento de aproximadamente 18% dos preços médios. No segundo trimestre da safra 2016/17, a companhia praticou preços superiores tanto para o açúcar quanto para o etanol, bem como maiores volumes de venda.

“Os preços de açúcar estão em um bom momento. A elevação dos preços decorrente do déficit no mercado de açúcar mundial já se reflete no resultado da Biosev do segundo trimestre da safra 16/17 e nos permitiu realizar uma fixação de preços para a próxima safra em níveis ainda mais elevados que nesta safra”, explica Rui Chammas, presidente da Biosev.

O EBITDA ajustado (lucro antes de juros, impostos, depreciações, amortizações e variações no valor justo do ativo biológico) foi de R$ 457 milhões no trimestre, um crescimento de 33% frente ao mesmo trimestre do ano anterior.

A companhia encerrou o segundo trimestre da safra 2016/17 com dívida líquida ajustada de R$ 4,5 bilhões, redução de 12,7% sobre o valor de igual período do ano anterior. A alavancagem, medida pela relação dívida líquida/Ebitda, ficou em 3.0x, resultado 0,7 menor na comparação anual.

A Biosev reafirma o guidance para a safra 2016/17, divulgado no início de junho, projetando moagem entre 30,5 e 33,5 milhões de toneladas de cana de açúcar; ATR Cana entre 129 kg/ton e 133 kg/ton e ATR Total entre 3,93 milhões de toneladas a 4,46 milhões de toneladas.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia