BM&FBovespa divulga a 10ª carteira do ISE 2015

A décima carteira do ISE também traz expressivo aumento da transparência por parte das companhias. O número de empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário saltou …

Arquivo: SE

A décima carteira do ISE também traz expressivo aumento da transparência por parte das companhias. O número de empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário saltou de 22 para 34 (ver quadro abaixo) e agora representa 85% do total da nova carteira. No ano passado, representava 55%. As respostas estão publicadas no site do índice: www.isebvmf.com.br.

Este ano, o processo do ISE contou novamente com a Asseguração da KPMG, que emitiu uma carta sem ressalvas em relação ao processo ISE, o que contribui para conferir ainda mais credibilidade aos procedimentos. Além disso, o ISE segue com a parceria de monitoramento diário de imprensa com a empresa Imagem Corporativa.

Foram convidadas para participar da carteira as 182 companhias que detinham as 200 ações mais líquidas da Bolsa na virada da carteira em janeiro de 2014. Destas, 49 concorreram em uma ou mais categorias (46 Elegíveis à carteira, 01 como Treineira e 08 no Simulado).

Nova Carteira – 2015

AES TIETE*  CEMIG*  ELETROBRAS*  ITAUSA*  SABESP
B2W DIGITAL*  CIELO*  ELETROPAULO*  ITAUUNIBANCO*  SANTANDER BR*
BRASIL (BANCO DO BRASIL)*  COELCE*  EMBRAER  JSL*  SUL AMERICA*
BICBANCO*  COPEL*  EVEN*  KLABIN S/A*  TELEF BRASIL (TELEFÔNICA)
BRADESCO*  CPFL ENERGIA*  FIBRIA*  LIGHT S/A*  TIM PART S/A
BRASKEM*  DURATEX*  FLEURY*  LOJAS AMERIC (LOJAS AMERICANAS)*  TRACTEBEL*
BRF SA*  ECORODOVIAS*  GERDAU  LOJAS RENNER*  VALE*
CCR SA*  ENERGIAS BR (EDP)*  GERDAU MET  NATURA*  WEG*
* Empresas que autorizaram a abertura das respostas do questionário
Raio X da carteira

• 65% possuem Comitê de Sustentabilidade que se reporta ao Conselho de Administração (2013: 58%) e 63% contam com conselheiros de administração neste comitê (2013: 58%).

• 98% possuem diretoria responsável por questões relativas à sustentabilidade que se reporta diretamente ao primeiro escalão (2013: 95%).

• 83% possuem política corporativa sobre mudanças climáticas aprovada pelo CA ou pela alta direção.

• 65% possuem um sistema de remuneração variável que prevê a correlação entre os riscos assumidos, a remuneração efetivamente paga e o resultado da companhia (2013: 53%).

• 63% acompanham sistematicamente os indicadores de sustentabilidade e com a mesma frequência das informações financeiras (2013: 50%).

• 84% das empresas declaram que divulgam inventário de emissões de GEE. 67% se comprometeram com metas de redução de GEE e, destas, 49% atingiram seus objetivos ou mesmo os superaram. 33% das empresas não estabeleceram metas.

A incorporação de requisitos ambientais no projeto de novos produtos/serviços, processos ou empreendimentos é uma prática em 77% das empresas da carteira.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia