Bolsa de ações segue em alta e IEE reage

Volume financeiro segue para os R$3 bilhões

Ibovespa

Os investidores do mercado de ações estão animados nesta segunda-feira, com os sinais de que a reforma da Previdência vai seguir. Além disso, a aprovação das medidas tributárias no Senado norte-americano na última sexta-feira (01) está dando rumos aos demais internacionais.

Há pouco, o Ibovespa seguia em alta de 0,85% aos 72.878 pontos. O volume financeiro estava em mais de R$ 2,3 bilhões. O IEE seguia em alta de 0,04 %.

O presidente Michel Temer manteve reuniões buscando traçar a saída do PSDB de sua equipe ministerial e discussões para a formação de chapa que irá definir o candidato ao cargo de presidente. Em outra reunião, Temer teve o apoio explícito do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, que deu sua promessa para acelerar as negociações na tentativa de garantir quórum para a votação desta reforma. Na próxima quinta-feira deve sair uma prévia se já existem votos acima dos 308 necessários para a aprovação.

Já o presidente Donald Trump conseguiu uma de sua mais importantes vitórias, a aprovação no Senado sua reforma tributária. A votação do pacote que reduzirá os impostos de empresas e indivíduos contou com 51 votos a favor e 49 contra. Porém, mesmo com o avanço o presidente terá agora que conviver com a acusação de seu ex-assessor Michael Flynn, que citou influência da Rússia na eleição do presidente dos EUA.

As ações com ganhos
JBS ON, alta de 5,41%; Brasil ON, alta de 3,41%; Marfrig ON, alta de 3,05%; Gerdau Met. PN, alta de 2,56%; e Gerdau Met. PN, alta de 2,56%.

As ações com perdas
CPF Energia ON, queda de,3,85%; Fibria O, queda de 2,44%; Suzano Papel ON, queda de 1,86%; Lojas Renner ON, queda de 1,32%; e Smiles ON, queda de 1,00%.

A Petrobras ON estava em altade 0,06% e a PN, estável.

A Vale ON estava em alta de 2,65% puxada pela alta nos preços do minério de ferro na China.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 04 de setembro a 28 de dezembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (10,846%), Bradesco PN (8,485%), Ambev ON (7,039%), Petrobras PN (4,883%) e Vale ON (9,040%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, segue em queda na bolsa de Futuros de Londres em 1,51% aos US$64,39 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 1,08%, cotado a US$ 57,73 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 3,67% aos US$72,68 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$959,57, alta de 0,01%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$953,00 e alta de 0,45%, a tonelada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia