Bovespa segue no azul e IEE acompanha com China e Grécia no radar

Elétricas seguem divididas em dia de baixo volume de negócios

Arquivo:SE

A Bolsa de Valores de São Paulo opera em alta nesta sexta-feira, com os investidores analisando os rumos das negociações entre a Grécia e credores. Além disso, a China manteve a alta, segundo dia consecutivo, depois que o orgão regulador de valores mobiliários proibiu que os principais acionistas, executivos e diretores prosseguissem com as vendas de participações em empresas listadas na bolsa local durante seis meses.

Na Europa, o líderes do Eurogrupo e o primeiro-ministro Alexis Tsipras retomam a rodada de discussões sobre o plano de resgate da Grécia. Informações dão conta de que o efeito de corte deverá atingir aposentadorias, poupanças, vendas de ativos do governo, entre outros. A reunião acontece neste final de semana.

Há pouco, a Bovespa estava em alta de 1,45 % aos 52.521 pontos e o IEE em 0,12% aos 30.352 pontos.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Alupar N2, 0,78%; Coelce PNA, 0,50%; Eletrobras N1, 2,38%; AES Tietê PN, 0,45%; e CPFL Energias ON, 0,73%.

Na contramão no IEE estavam as ações da Cesp N1, -0,65%; Equatorial ON, -0,27%; Light ON, -1,59%; e Tractebel ON, -0,62%.

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia