Celpa fica com lucro líquido de R$614 milhões em 2017

As perdas de energia dos últimos 12 meses encerrados no ano de 2017 atingiram 27,5%, queda de 0,8 p.p

Celpa e o resultado

A Centrais Elétricas do Pará, CELPA  apresentou resultados financeiros nesta sexta-feira referentes ao quarto trimestre e ao ano de 2017.

No período, a companhia apresentou lucro líquido atingiu R$614 milhões em 2017, melhora de 74% se comparado ao valor verificado em 2016, com o reconhecimento não recorrente de R$ 170 milhões de Ativo Fiscal Diferido.

A receita operacional líquida (ROL) cresceu 12,6% em 2017, totalizando R$5.151 milhões, reflexo do crescimento de mercado, redução de perdas de energia e dos reajustes tarifários de agosto de 2016 e 2017.

O EBITDA societário da companhia passou de R$ 828 milhões em 2016 para R$ 973 milhões em 2017, um crescimento de 17,5%.

O resultado financeiro passou de R$ 178,8 milhões negativos em 2016 para resultado de R$207,3 milhões negativos em 2017, representando um crescimento de 15,9%.

O volume de energia faturada no ano cresceu 0,3% em relação a 2016, atingindo 8.767 GWh.

Os investimentos da CELPA (excluindo investimentos diretos relacionados ao Programa Luz para Todos – PLPT) somaram R$ 643 milhões em 2017, 28,3% maior do que em 2016.

As perdas de energia dos últimos 12 meses encerrados no ano de 2017 atingiram 27,5%, queda de 0,8 p.p. em relação aos 28,3% apresentados no final de 2016.

Em 2017, os índices de DEC e FEC (acumulados dos últimos 12 meses) foram de 27,4 horas, melhora de 7,1%, e 17,8 vezes, melhora de 12,7%, quando comparados aos índices observados ao final do ano anterior. O DEC e FEC apresentam níveis melhores daqueles definidos pela ANEEL em 8,7% e 35,3%, respectivamente.

A CELPA, funciona como empresa de energia elétrica atuando nas áreas de geração, transmissão e distribuição de energia. Sua característica principal é de empresa distribuidora, sendo a única concessionária de energia elétrica no Estado do Pará. Sua área de concessão abrange os 144 municípios do Estado, onde, 125 são atendidos pelo Sistema Interligado e os 19 restantes são atendidos pelo Sistema Isolado, supridos através de 21 Usinas Dieselétricas.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia