CPFL Eficiência tem representante eleito na ABSOLAR

Participação do executivo Luciano José Goulart Ribeiro ajudará a fomentar as discussões e desenvolver o setor em expansão no Brasil

Luciano José Goulart Ribeiro

Executivo de uma das empresas do Grupo CPFL Energia, o diretor da CPFL Eficiência, Luciano José Goulart Ribeiro, foi eleito um dos 20 conselheiros da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR) para o biênio 2016-2018. A associação reúne as empresas que atuam neste mercado em franca expansão em todo o País.

“Ao participar do conselho da ABSOLAR, a CPFL Eficiência e o Grupo CPFL Energia contribuem para fomentar as discussões institucionais e regulatórias para viabilizar a expansão do setor de geração solar no Brasil. A entidade é um importante canal de relacionamento com a sociedade e o poder público, além de promover eventos que auxiliam no desenvolvimento do mercado”, afirma o diretor.

O segmento de energia solar fotovoltaica é hoje um dos vetores de crescimento do setor elétrico brasileiro, com expectativa de alcançar potência instalada de 1,3 GWp, em 2024, apenas com as grandes usinas, segundo o Plano Decenal de Expansão de Energia 2024 da Empresa de Pesquisa Energética (EPE). A própria EPE estima que o uso residencial, comercial e industrial da fonte pode chegar a 118 mil MW de capacidade em 2050, o equivalente a 8,5 usinas de Itaipu.

“Com a popularização dos sistemas fotovoltaicos de micro e mini geração distribuída e os novos incentivos regulatórios do Ministério de Minas e Energia e da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a articulação com a sociedade torna-se cada vez mais importante para oferecermos um serviço mais alinhado às necessidades de nossos clientes”, complementa Luciano.

No Grupo CPFL Energia, Luciano Goulart está à frente da CPFL Eficiência, empresa criada no final de 2014 para oferecer soluções de eficiência energética para empresas. Ao participar do conselho da ABSOLAR, o executivo poderá contribuir com a experiência prática do Grupo com os primeiros projetos de energia solar em grande escala que já estão sendo desenvolvidos no seio da empresa.

Um exemplo é o projeto de R$ 6 milhões para a Algar Tech, concluído em abril de 2016. No escopo das ações de eficiência energética aplicadas para a empresa, a CPFL Eficiência investiu na implantação duas usinas solares no telhado dos datacenters, em Campinas (SP) e Uberlândia (MG). A economia gerada pelas ações em eficiência energética e pela energia gerada das plantas solares rende uma economia em torno de 27% para a Algar Tech.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia