CPFL Energia destina R$ 1,3 milhão para a melhoria da educação em Botucatu

​Em parceria com BNDES e Prefeitura Municipal, o Grupo financiará implantação da plataforma Geekie, beneficiando 5,9 mil alunos das escolas municipais da cidade

Divulgação

A CPFL Energia, grupo privado do setor elétrico brasileiro, destinará R$ 1,3 milhão para financiar a implantação da plataforma educacional Geekie na rede pública municipal de Botucatu (SP). A iniciativa, que terá início ainda neste mês, irá beneficiar cerca de 6 mil alunos das escolas públicas de do Ensino Fundamental II e Ensino Médio, em 15 escolas, que terão acesso a assessoramento pedagógico e a planos individuais de ensino para a eliminação de deficiências no aprendizado.

O projeto é uma parceria da CPFL Paulista, distribuidora de energia elétrica do Grupo, com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e a Prefeitura Municipal de Botucatu. Um dos principais objetivos da iniciativa é melhorar os indicadores educacionais da cidade, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) e a taxa de distorção idade-série, um dos maiores desafios da educação no Brasil. “Com essa ação, a CPFL realiza uma transformação educacional no município, através do uso de ferramentas que possibilitam diminuir os gaps de aprendizado dos alunos de escolas públicas”, esclarece o gerente de Sustentabilidade, Carlo Linkevieius Pereira.

A Geekie é uma plataforma de aprendizagem adaptativa desenvolvida no Brasil e a única reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC), que já alcançou mais de 3 milhões de alunos de 20 mil escolas diferentes. O grande diferencial da ferramenta é que ela possibilita que os alunos descubram em qual matéria ou conteúdo já ensinado é preciso melhorar e elabora um plano individual para que os estudos sejam focados no que ele realmente precisa.

A plataforma engloba conceitos de Português, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza, com linguagem atual e de fácil reconhecimento pelos alunos. A ferramenta utiliza como matriz de referência os conteúdos oficiais do MEC e disponibiliza avaliações TRI – o mesmo modelo estatístico utilizado pelo Enem. Isto permite que as notas conquistadas na avaliação da Geekie sejam uma previsão da nota que o aluno tiraria no Exame

No projeto desenvolvido com a Prefeitura de Botucatu, os estudantes do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental das escolas públicas de Botucatu, terão acesso à ferramenta Geekie Teste, que traça o diagnóstico individualizado do nível escolar. A partir dos resultados obtidos, os alunos passarão por assessoramento pedagógico de professores e gestores de educação. Por sua vez, os alunos do 9º ano e de 1º a 3º ano do Ensino Médio utilizarão, além do Geekie Teste, a ferramenta Geekie Lab. O diferencial desse aplicativo é a possibilidade de elaborar planos individuais de estudo e oferecer aulas online para corrigir e eliminar as lacunas no ensino.

“É uma grande conquista para o ensino de Botucatu, poderemos oferecer aos nossos alunos condições para uma mudança real e efetiva na educação, por meio de uma ferramenta que leva ao estudante uma nova forma de lidar com aquela matéria em que ele tem mais dificuldade”, afirma a secretária municipal de Educação de Botucatu, Edilaine Fernandes Henrique.

A iniciativa será desenvolvida em 20 meses, com um investimento de aproximadamente R$ 1,3 milhão que será usado na compra das licenças e na capacitação dos 200 educadores e gestores das escolas, que irão orientar os alunos no uso da plataforma. A administração pública de Botucatu oferecerá toda a infraestrutura. A Geekie também contribuirá com o poder público no planejamento da educação no município.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia