Déficit da balança do setor eletroeletrônico chega a US$16 bilhões em outubro

Segundo a Abinee, resultado é 28% inferior ao registrado no mesmo período do ano passado

Setor e as exportações

O déficit da balança comercial dos produtos elétricos e eletrônicos somou US$ 16,43 bilhões no acumulado de janeiro-outubro de 2016. Segundo dados da Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica), o resultado é 28% inferior ao apontado nos primeiros dez meses do ano passado (US$ 22,82 bilhões).

O presidente da Abinee, Humberto Barbato, afirma que o desempenho é consequência da queda das importações, refletindo o baixo nível de atividade da indústria. “Por outro lado, as exportações não estão mostrando mais os resultados positivos que estavam apontando no início deste ano, desde que a taxa de câmbio começou a recuar e situar-se abaixo de R$ 3,50 por dólar, a partir de junho de 2016”, afirmou.

Exportações

No acumulado de janeiro-outubro de 2016, as exportações de produtos elétricos e eletrônicos somaram US$ 4,66 bilhões, 3,2% inferiores às registradas no mesmo período de 2015 (US$ 4,81 bilhões).

Importações

As importações de produtos elétricos e eletrônicos somaram US$ 21,1 bilhões no período acumulado de janeiro-outubro deste ano, 23,7% abaixo das ocorridas em igual período de 2015 (US$ 27,6 bilhões).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia