EEN Energia e Participações vence o lote 9, Consórcio BR Energia fica com lote 10 e e Montago Construtora Eireli leva o lote 11

O lote 11 possui uma subestação com 300 MVA de potência localizada em Pernambuco

Arquivo:SE

A EEN Energia e Participações  venceu o lote 9 do certame realizado pela ANEEL nesta sexta-feira.  A empresa apresentou oferta de R$ 9,09 milhões, representando um deságio de 47,86% em relação à Receita Anual Permitida prevista pela Agência no valor de R$ 17,4 milhões.

O lote 9 possui uma linha de transmissão com 50 km e uma subestação de 450 MVA de potência localizadas na Bahia. Os empreendimentos visam o atendimento às cargas do extremo sul da Bahia, supridas a partir da subestação 230/138 kV de Funil.

Consórcio BR Energia

Linhas e subestações de Pernambuco que compõem o lote 10 ficam com o Consórcio BR Energia
Uma Linha de transmissão e uma subestação localizadas em Pernambuco foram arrematadas pelo Consórcio BR Energia ((Brenergia Energias Renováveis, Brasil Digital e Telecomunicações e Enind Engenharia Comércio) durante o Leilão de Transmissão.

O valor ofertado pela empresa foi de R$ 7,2 milhões, representando um deságio médio de 40% em relação à RAP inicial estabelecida pela Agência de R$ 12,1 milhões. A RAP é a receita a que o empreendedor terá direito pela prestação do serviço de transmissão a partir da entrada em operação comercial das instalações.

O lote 10 possui linha com 23 km de extensão e subestação com 300 MVA de potência. O lote servirá para o atendimento à região de Limoeiro e Carpina no estado do Pernambuco.

Montago Construtora Eireli leva o lote 11

O lote 11, último a ser arrematado no Leilão de Transmissão é da empresa Montago Construtora Eireli. A RAP ofertada foi de R$ 4,03 milhões, com um deságio de 52,91% em relação à receita inicial estabelecida pela Agência de R$ 8,5 milhões. A RAP é a receita a que o empreendedor terá direito pela prestação do serviço de transmissão a partir da entrada em operação comercial das instalações.

O lote 11 possui uma subestação com 300 MVA de potência localizada em Pernambuco. O empreendimento serve para atender o suprimento às cargas da Zona da Mata Norte de Pernambuco e do Litoral Sul Paraibano.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia