Eletronuclear afirma que segue com investigação interna

Eletrobras está buscando obter as informações necessárias à defesa de seus interesses e de seus investidores

Agência Brasil

A Eletrobras, através de nota divulgada nesta manhã, afirmou que prosseguem as investigações internas para apurar o possível envolvimento do presidente licenciado, Othon Luiz Pinheiro, detido nesta terça-feira (28) em mais uma etapa da Operação Lava Jato.

Íntegra da nota:

“Em  atenção  ao  procedimento  realizado,  nesta  data,  pela  Polícia  Federal,  na  16ª  Fase  da  Operação “Lava Jato”, denominada “Radioatividade”, que culminou na prisão temporária do presidente licenciado da controlada Eletrobras Termonuclear – Eletronuclear, , Othon  Luiz Pinheiro, a companhia vem esclarecer aos senhores acionistas e mercado em geral o que se segue:

Os trabalhos de investigação interna independente conduzidos pelo escritório Hogan Lovells- objeto de comunicados ao mercado divulgados em 29 de abril de 2015, 14 de maio de 2015, 10 de junho de 2015,  13  de  julho  de  2015  e  21  de  julho  de  2015 – os  quais incluem o empreendimento da  Usina Nuclear de Angra 3, desenvolvidos pela Eletronuclear, ainda não foram concluídos.

Quanto à Operação citada, a Eletrobras está buscando obter as informações necessárias à defesa de seus interesses e de seus investidores e manterá o mercado informado oportunamente”, fecha nota.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia