Energisa reduz comercialização de energia em julho, 2.561 GWh

Em julho de 2015, a receita operacional líquida consolidada, deduzida das receitas de construção, foi de R$ 703,6 milhões

Divulgação

A  venda total de energia do Grupo Energisa em julho de 2015 foi de 2.561,3 GWh, redução de 2,7% em relação a igual mês do ano passado.

Em julho de 2015, a receita operacional líquida consolidada, deduzida das receitas de construção, foi de R$ 703,6 milhões, ante os R$ 685,2 milhões registrados em igual mês de 2014, um crescimento de 2,7%.

As vendas consolidadas em julho para os consumidores cativos e transporte de energia aos consumidores livres localizados nas áreas de concessão (origem das receitas de disponibilização do sistema de transmissão e distribuição – TUSD) reduziram 2,3% em relação a igual mês de 2014, totalizando 2.280,0 GWh. Deste total, 1.974,6 GWh foram vendidos no mercado cativo, que reduziu, 1,9%, e 305,5 GWh foram transportados para consumidores livres (redução de 4,7%). Já as vendas de energia da subsidiária de comercialização no ACL – Ambiente de Contratação Livre totalizaram 186,8 GWh, aumento de 6,9%.

As vendas nos primeiros sete meses do ano somaram 18.856,0 GWh, avanço de 42,8% em relação ao ano anterior. Esse expressivo crescimento decorre fundamentalmente da base comparativa de 2014, que inclui apenas as vendas de energia das empresas adquiridas do Grupo Rede a partir de 11 de abril de 2014. A receita operacional líquida consolidada do Grupo Energisa nos primeiros sete meses de 2015, deduzida das receitas de construção, totalizou R$ 5,509,4 bilhões, acréscimo de 61,5% (ou R$ 2.097,9 milhões) em relação a igual período de 2014.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia