ENGIE recebe Licença de Instalação para Usina Fotovoltaica no RN

A Assu V comercializou 9 MW no Leilão de Reserva de novembro de 2015

Divulgação

O IDEMA (Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte) concedeu a LI (Licença de Instalação) da Central Fotovoltaica Assu V, que chegou à ENGIE no dia 17 de janeiro. Essa Central faz parte da Usina Fotovoltaica Assu, de propriedade da ENGIE Brasil Energia, localizada no Rio Grande do Norte, com capacidade instalada de 30 MW e estimativa para abastecer uma população de 130 mil habitantes.

A Assu V, que comercializou 9 MW no Leilão de Reserva de novembro de 2015, tem sua entrada em operação prevista para novembro de 2018 e investimento de R$ 220 milhões. “Obtivemos todas as licenças ambientais, restando apenas a anuência do IPHAN. Além da LI foram obtidas a Autorização Especial para implantação do Canteiro de Obras e a Autorização para Manejo de Fauna”, comenta o diretor de Geração da ENGIE, José Laydner. Atualmente, as equipes de arqueologia encontram-se em campo realizando as sondagens.

Com aproximadamente 100 hectares de área, a ENGIE busca, com essa Usina, ampliar sua experiência no setor fotovoltaico para a geração energética. “Esse empreendimento marca nossa entrada definitiva na geração solar centralizada, sendo a primeira usina fotovoltaica de porte comercial construída pela ENGIE no Brasil, após a experiência adquirida no desenvolvimento do projeto piloto e de Pesquisa & Desenvolvimento que incluiu a Usina Fotovoltaica Cidade Azul, em Tubarão (SC)”, argumenta o diretor presidente da ENGIE Brasil Energia, Eduardo Sattamini. Hoje, a EBE conta com um portfólio de projetos próprios e outros em desenvolvimento pela ENGIE Solar. “No momento adequado esses projetos irão alavancar nossa posição neste tipo de fonte de energia”, afirma Sattamini.

 

 

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia