Iberdrola e renováveis

Iberdrola tem lucro líquido de € 2,3 bilhões em 2014

Ebitda no Brasil ascendeu a R$ 934,7 milhões, com um efeito positivo do novo padrão de contabilização de ativos regulados

A Iberdrola divulgou nesta quarta-feira o balanço financeiro referente a 2014.

No período, os resultados alcançados superaram as projeções divulgadas para as perspectivas de 2014 a 2016, impulsionado pelo bom resultado das unidades internacionais da companhia, o que inclui o Brasil, Reino Unido, Estados Unidos e México, compensando os efeitos negativos da Espanha.

O Ebitda alcançou € 6,9 bilhões, um aumento de 3,1% frente ao ano anterior, e 5,5% acima das projeções divulgadas. O resultado foi alcançado de forma global em todos os países e negócios do grupo.

O lucro líquido foi de € 2,3 bilhões, uma redução de 9,5%, impactado por medidas regulatórias na Espanha que afetaram os números de forma não recorrente, porém compensados pelo melhor desempenho internacional.

Os investimentos somaram € 2,8 bilhões, e a companhia reforçou seus interesses em manter os investimentos no Brasil, principalmente após a aprovação do aumento na taxa de remuneração regulatória.

Os gastos operacionais reduziram em 2%, decorrente dos esforços de todo o grupo em melhorar sua eficiência operacional.

A dívida líquida da Iberdrola reduziu € 1,5 bilhão, resultado dos fluxos de caixa positivos e melhor gestão financeira.

Estão mantidas as Perspectivas de 2014-2016 para o ano de 2015, dentre elas:

– manter a rentabilidade de, no mínimo, € 0,27 por ação aos seus investidores;
– superação dos resultados de 2014 para o EBITDA e o Lucro Líquido de 2015;

– redução do nível de endividamento da companhia.

As ações da companhia também se refletem na maior contribuição fiscal, somando € 5,5 bilhões em 2014; Geração de 1.800 novos empregos, mantendo 350.000 funcionários em todo o mundo; Treinamento médio de 40 horas por funcionário.

Brasil

O negócio no Brasil, entretanto, mitigou o impacto da seca através de revisões tarifárias que tenham sido aprovadas. A companhia segue trabalhando na construção de duas usinas hidrelétricas, entre elas está  Teles Pires, com 1.800 MW de capacidade.

O Ebitda no Brasil ascendeu a R$ 934,7 milhões, com um efeito positivo do novo padrão de contabilização de ativos regulados, que compensaram o impacto da seca.

A área de energias renováveis registrou um Ebitda de € 71.200.000 na América Latina, impulsionado pelo aumento da capacidade operacional, no México e no Brasil (+ 28%) e maiores taxas de ocupação (+ 45%). No resto do mundo, o negócio de Iberdrola renovável acumula Ebitda de € 73.700.000 no ano.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia