Ibovespa opera em queda 0,5%

Volume financeiro segue para R$1,5 bilhão

Resultados

O Ibovespa opera em queda nesta quarta-feira, com as atenções para o cenário político. Os indicadores e os balanços corporativos, bem como os preços das commodities também estão no radar.

Há pouco, o Ibovespa estava em queda de 0,52% aos 67.522 pontos. O volume financeiro seguia para R$1,5 bilhão. O IEE estava em alta de 0,06%.

As ações com ganhos
Fibria ON, alta de 0,47%; Suzano Papel PNA, alta de 0,85%; Klabin UNT ED, alta de 0,13%; e CPFL Energia ON, alta de 0,22%.

As ações com perdas
JBS ON, queda de 1,05%; Natura ON, queda de 1,42%; Smiles ON, queda de 0,18%; Cosan ON, queda de 0,90%; Bradespar PN, queda de 1,31%; e Sabesp ON, queda de 0,61%.

A Petrobras ON estava em alta de 0,65% e a PN, alta de 0,59%.
A Vale ON estava em queda de 0,34% e a PN, queda de 0,47%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

Empresas

Equatorial (EQTL3) reporta margens menores e queda de lucro neste 2T. A elétrica apresentou melhora em praticamente todos os indicadores de qualidade operacional neste trimestre, porém em termos financeiros seu resultado ficou pressionado, com o avanço anual de 20,1% no faturamento consolidado sendo sobreposto pelo aumento no custo com compra de energia e nos custos gerenciáveis. Assim, a margem EBITDA ficou em 19,7%, recuo de 2,4 pontos percentuais frente ao 2T16, enquanto a maior despesa financeira culminou em queda mais significativa do lucro líquido.

Comgás (CGAS5) tem sólido desempenho operacional. A companhia apresentou bom desempenho neste trimestre, a despeito do impacto da redução das tarifas, aplicado em setembro de 2016, sobre o faturamento do trimestre. O volume distribuído aumentou 4,6% em comparação com o 2T16, puxado principalmente pela ligação de novos clientes e pela gradual retomada na atividade industrial. Já a rubrica de custos foi afetada pelo maior custo unitário do gás, em razão da alta na cotação do petróleo no mercado internacional, todavia, as despesas ficaram bem controladas, compensando parcialmente esse efeito. Com isso, o EBITDA normalizado da companhia teve bom crescimento, assim como a margem EBITDA e o lucro líquido normalizado, que cresceu 66,5% em doze meses. Suas ações podem responder de forma positiva a tal divulgação.

Engie Brasil (EGIE3) está em negociação avançada com a Renova (RNEW11). A Engie Brasil anunciou que está em fase avançada de negociação para aquisição de 100% do capital social das empresas que compõem o Complexo Eólico Umburanas, cuja capacidade instalada total é de 605 MW. A novidade deve favorecer o desempenho dos papéis da Renova, pois o negócio pode trazer um fôlego de caixa importante para suas operações. Já para a Engie o impacto é bem marginal, tendo em vista a magnitude pequena do complexo frente a sua capacidade atual.

Paranapanema (PMAM3) renegocia dívidas. A companhia anunciou a celebração de um acordo global de reestruturação com seus principais credores, para renegociação de dívidas existentes no montante de aproximadamente US$ 616 milhões. Esse acordo prevê a realização de um aumento de capital mediante oferta pública de ações, com esforços restritos de colocação, que ainda deve ser aprovado pelo Conselho de Administração da companhia, no montante mínimo de R$ 290 milhões e máximo de R$ 450 milhões. Ademais, a companhia deverá emitir debentures conversíveis em ações e distribuir também por meio de oferta pública com esforços restritos, no montante equivalente a R$ 360 milhões. Ainda que a oferta pública de ações traga alguma pressão, o acordo é importante para dar fôlego a sua delicada situação financeira e possibilitar a retomada, ainda que gradual, de suas operações.

Paga dividendo hoje:
Multiplus.

Divulgação de resultado:
Todos depois do fechamento dos mercados – Alliar, Anima, BR Pharma, Cosan, Cosan Log, CPFL Renovável, CVC Brasil, Energisa, Eucatex e MRV.

Commodities

O petróleo WTI, para entrega em setembro, segue em alta 0,43%, cotado a US$ 49,38.Ainda hoje, a Agência de Energia dos Estados Unidos divulga o estoque de petróleo da semana passada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia