ISA CTEEP registra lucro líquido de R$ 504,7 milhões no segundo trimestre de 2017

Em maio, a ISA CTEEP exerceu seu direito de preferência para aquisição de totalidade da participação acionária da ISOLUX e CYMI na Interligação Elétrica Norte e Nordeste

Arquivo:UI

A ISA CTEEP – Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista registrou lucro líquido de R$ 504,7 milhões no segundo trimestre de 2017, decorrente dos R$ 389 milhões da remuneração do ativo de concessão da RBSE — Rede Básica do Sistema Existente. Excluindo esse impacto, o lucro líquido seria de R$ 115,7 milhões, aumento de 7,2% comparado ao mesmo período de 2016.

A ISA CTEEP foi vencedora em cinco lotes no leilão de transmissão de 24 de abril. Investimento previsto na base ANEEL é de R$ 2,2 bilhões e RAP de R$ 262,7 milhões, ponderados pela participação da ISA CTEEP, que considera 50% do Lote 1 em parceria com a Transmissora Aliança de Energia Elétrica (TAESA).

Em maio, a ISA CTEEP exerceu seu direito de preferência para aquisição de totalidade da participação acionária da ISOLUX e CYMI na Interligação Elétrica Norte e Nordeste (IENNE).

Em 2 de junho, foi publicado o despacho ANEEL, homologando o valor líquido do RBSE em R$ 4.094,4 milhões, base de dezembro 2012.

RBSE

Em junho, a ANEEL emitiu despacho (1.779) e nota técnica (170), que em cumprimento à decisão judicial liminar, excluiu a parcela referente aos custos de capital (KE) dos valores não pagos de janeiro de 2013 a junho de 2017 no cálculo da RAP 2017/2018, reduzindo temporariamente a referida RAP de R$ 1.738,2 milhões para R$ 1.502,2 milhões. Os recebíveis referentes ao KE de R$ 244 milhões foram transferidos para o longo prazo.

Pagamento de R$ 135 milhões de dividendos intermediários aos acionistas, correspondentes a R$ 0,819569 por ação de ambas espécies.

Reajuste Anual da RAP

Em 30 de junho, foi publicada a Resolução Homologatória (2.258), estabelecendo as RAPs da CTEEP e suas subsidiárias para o período de 2017/2018. A RAP consolidada passou de R$ 1.035,3 milhões para R$ 2.678,9 milhões, em de julho de 2017, apresentando um incremento de R$ 1.643,6 milhões, principalmente pela inclusão da RAP referente aos ativos do RBSE de R$ 1.552,4 milhões.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia