Maré Brasil Energy mostra primeiro gerador de energia movido à água

Tecnologia desenvolvida pela empresa estará exposta na área internacional da 17ª Expodireto Cotrijal

Quadro comparativo

O primeiro grupo gerador do mundo movido à água será lançado em primeira mão aos visitantes da Expodireto Cotrijal 2016 – uma das principais feiras do agronegócio internacional, que reúne mais de 530 expositores e deve movimentar neste ano os setores de máquinas e equipamentos para agropecuária, produção vegetal e animal, pesquisa, agricultura familiar, serviços, instituições financeiras e entidades.

A tecnologia desenvolvida pela empresa Maré Brasil Energy consiste na combinação do hidrogênio, que é extraído da água, com o etanol/GNV, que serve como combustível complementar. “O hidrogênio atua como combustível primário, tendo o etanol/GNV como combustível secundário, tornando-o mais eficiente e com menor emissão de gases poluentes”, explica o diretor da empresa, Josely Rosa.

A geração de energia se dá através do processo de eletrólise, que consiste em separar os elementos de uma substância fazendo circular eletricidade por ela. Ou seja, extrai o hidrogênio da água com menos energia do que os meios atualmente conhecidos. Após utilizar o hidrogênio para combustão, o mesmo volta a ser água retornando para o ambiente, tornando-o combustível com benefícios ecológicos.
Esta energia, limpa e renovável, atua junto ao etanol/GNV, tendo apenas a água como resíduo. Outra vantagem é a economia em torno de 70% na manutenção, em comparação aos equipamentos movidos a diesel. “Há uma série de vantagens em comparação ao diesel. Além da poluição, o gerador de hidrogênio tem baixo ruído: em torno de 75 db ou menos; e alto índice de perecibilidade do diesel”.

O grupo gerador Green Mais é programado para acionamento de cargas constantes por tempo ilimitado. Pode ser utilizado para suprir demandas de energia em qualquer segmento de negócios, em caso de falhas de fornecimento pela concessionária.

A primeira linha dos produtos chega com potência entre 20 e 80kVA, equivalente a 4 mil lâmpadas. O tamanho do equipamento ocupa 25% do espaço de um similar tradicional, com 1,20m de larguraX75cm de profundidade e 2m de altura (pouco maior do que uma geladeira). “Ou seja, também é uma vantagem para os consumidores, que geralmente não tem muito espaço para abrigar esse tipo de aparelho”.

O produto chega ao mercado tendo o agronegócio como foco principal. “Sabemos da necessidade que esse segmento tem por energia. São inúmeros casos de prejuízos, nas diversas culturas do setor, por falta de energia. Por isso elegemos a Cotrijal para esse lançamento”, informa Josely.

Veja comparação entre os níveis de poluição dos combustíveis no quadro acima.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia