Morreu João Canellas Pires de Mello referência para usinas do Madeira

Participou diretamente nas discussões das usinas do Rio Madeira

Aneel e a geração

Morreu nesta segunda-feira em São Paulo, o engenheiro João Canellas Pires de Mello (79), uma das principais referências do setor elétrico do País.

Engenheiro Eletricista formado pela Escola Nacional de Engenharia do Rio de Janeiro (1958), estava à frente na Camargo Correa desde 2008, depois de atuar como consultor para a construtora em dos principais empreendimentos energético, as usinas do Rio Madeira, Santo Antonio e Jirau.

João Canellas era sócio fundador da Andrade & Canelas Consultoria e Engenharia E atuou no gerenciamento da implantação dos empreendimentos UHE Machadinho – 1140MW, UHE Barra Grande 690MW, e Linha de Transmissão Campos Novos-Lagoa Vermelha-Santa Marta 230kV.

Passou também pela Alcoa Alumínio, Monasa Consultoria e Projetos, Chesf, com engenheiro Chefe do Serviço de Redes de Distribuição, Membro da Equipe de Planejamento do Sistema, Assistente do Diretor Técnico e Chefe do Departamento de Engenharia de Projetos – atuou nos projetos e construção das usinas hidrelétricas de Paulo Afonso III, Moxotó e início das obras Paulo Afonso IV e do sistema de transmissão associado, e Rio Light, como chefe do Serviço de Redes de Distribuição – Planejamento e Projetos de Redes de Distribuição Aérea e Subterrânea da Região Rio, um de seus primeiros trabalhos entre 1959 e 1964.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia