Petrobras aprova acordo com investidores para encerrar ação individual nos EUA

A estatal, porém, não pode fazer estimativa confiável sobre o desfecho da class action

Divulgação

O Conselho de Administração da Petrobras aprovou, hoje, a celebração de acordo para encerrar uma ação individual proposta perante a Corte Federal de Nova York, EUA, por um grupo de afiliadas da Discovery Global Citizens Master Fund, Ltd. (“Discovery Global”).

A Petrobras já celebrou acordos para encerrar outras dezenove ações individuais apresentadas perante a Corte Federal de Nova York, EUA, e uma ação individual apresentada perante a Corte Federal da Pensilvânia, EUA.

Para refletir os acordos celebrados, assim como as negociações em curso com outros autores de ações individuais, o valor total de provisões estimado, que era de US$ 445 milhões no 2º trimestre de 2017 (dos quais US$ 372 milhões provisionados em 2016), passa a ser de US$ 448 milhões.

No momento, não é possível para a Petrobras fazer estimativa confiável sobre o desfecho da class action.

Esses acordos, cujos termos são confidenciais, têm como objetivo eliminar incertezas, ônus e custos associados à continuidade dessas disputas e não constituem qualquer reconhecimento de responsabilidade por parte da Petrobras, que continuará se defendendo firmemente nas demais ações em andamento.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia