QGEP divulga a mais recente curva de capacidade de produção o Campo de Manati

Projeção de forma nenhuma constitui ou garante ou prevê resultados, e não há nenhuma garantia implícita ou explícita de que os resultados de fato

Mais petróleo

A QGEP Participações divulga a mais recente curva de capacidade de produção projetada para o Campo de Manati, com base na certificação da Gaffney, Cline& Associates (GCA).

A GCA realizou uma auditoria independente referente a 31 de dezembro de 2016 sobre os volumes de hidrocarbonetos líquidos e de gás natural que se espera produzir no Campo de Manati com base nas informações disponibilizadas pela Companhia. A capacidade de produção por ano certificada pela GCA (2P) para 100% do Campo de Manati, conforme certificado em 31 de dezembro de 2016, as reservas 2P são de 9,4 bilhões de m³ de gás natural e 0,9 milhões de barris de condensado, o que corresponde a cerca de 59,8 milhões de barris de óleo equivalente.

A Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. possui 45% de participação no Campo de Manati. A Petrobras é o operador com 35% e os outros membros do Consórcio incluem a Brasoil, com 10%, e a Geopark, também com 10% de participação.

A curva de capacidade de produção projetada pela GCA pode, no entanto, não refletir a produção anual, que depende de diversos fatores que não estão sob controle do consórcio, tais como: manutenções não programadas, variações na demanda da indústria e fatores climáticos, uma vez que a ausência de chuvas na região altera diretamente a demanda por gás natural pelas termoelétricas, entre outros.

A QGEP ressalta, e conforme suas projeções já divulgadas no item 11 do Formulário de Referência, as quais mantém-se inalteradas, que sua estimativa de produção média para 2017 é de 4,9 milhões de m³ por dia, podendo variar 5% para mais ou para menos.

Em linha com os padrões aceitáveis, a projeção de forma nenhuma constitui ou garante ou prevê resultados, e não há nenhuma garantia implícita ou explícita de que os resultados de fato estarão em conformidade com os resultados aqui apresentados.

A projeção representa uma estimativa baseada em crenças e premissas da Companhia e sujeita a diversos riscos e incertezas que podem não estar sob controle da administração. Em virtude desses riscos e incertezas, o investidor não deve tomar nenhuma decisão de investimento apenas com base nessa estimativa, devendo adicionalmente buscar informações sobre o setor de petróleo e gás, dos riscos de mercado e dos riscos envolvidos em investimentos em mercados de capitais

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia