QGEP fecha com Teekay Offshore entrega do FPSO no Campo de Atlanta

Custos operacionais gerais do Campo para US$410 mil por dia

Mais petróleo

A QGEP Participações anunciou nesta sexta-feira que assinou um aditivo contratual com a Teekay Offshore Partners referente ao afretamento da unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência Petrojar I para o desenvolvimento do Campo de Atlanta.

O aditivo considera as questões técnicas que envolvem a adaptação do FPSO, bem como os consequentes adiamentos na entrega da unidade ao Campo de Atlanta. Pelos termos do acordo, a QGEP pagará uma taxa diária inferior pelo FPSO durante os primeiros 18 meses de produção, o que deverá reduzir os custos operacionais gerais do Campo para US$410 mil por dia, valor aproximadamente 15% inferior ao custo original, durante o referido período. Após os primeiros 18 meses de produção, a taxa diária original entrará em vigor, acrescida de uma taxa variável, a qual é em grande parte atrelada à variação do preço do petróleo, para o prazo restante do contrato.

Ao comentar sobre esse avanço, Lincoln Guardado, CEO da QGEP afirmou: “Estamos muito satisfeitos por termos conseguido chegar a um acordo mutualmente benéfico que garantirá o início da produção de petróleo no Campo de Atlanta no primeiro trimestre de 2018. A redução das taxas diárias nos primeiros 18 meses de produção diminuirá os custos operacionais do Campo em aproximadamente US$4 por barril. Além disso, os dispositivos desse contrato possibilitarão otimizar os resultados provenientes do Campo de Atlanta em períodos de preço inferiores do petróleo.”

Localizado no Bloco BS-4, na Bacia de Santos, Atlanta é um Campo de óleo de pós-sal a 185 quilômetros da cidade do Rio de Janeiro, em lâmina d’água de aproximadamente 1.500 metros. A Queiroz Galvão Exploração e Produção é operadora do Bloco com 30% de participação e os demais membros do Consórcio incluem a OGX Petróleo e Gás (40%) e a Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás (30%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia