São Martinho rompe joint venture com Amyris

Companhia afirma que não ocorreu aporte nesta fase de negociação

Empregos no setor

A São Martinho, uma dos maiores produtoras de açúcar e etanol do Brasil, anunciou nesta quarta-feira, que por não atingir determinadas metas contratuais pela Amyris, impactando a viabilidade do projeto, a empresa decidiu  interromper a continuidade da construção da planta da joint venture. O acordo seguia com a empresa norte-americana Amyris Inc e sua subsidiária brasileira Amyris Brasil Ltda.

Amyris poderá fornecer novas informações relativas à viabilidade do projeto visando discutir um potencial novo acordo. Todavia, a joint venture e demais contratos entre as partes estarão automaticamente rescindidos em 31 de agosto de 2015, caso até tal data não seja celebrado um novo acordo, a critério da São Martinho.

A São Martinho esclarece que não efetuou aportes na joint venture, os quais estavam previstos para ocorrerem somente após o início da operação da planta.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia