Temer nomeia empregado de carreira como Diretor de Coordenação da Itaipu

Também foram nomeados dois novos integrantes no Conselho de Administração, que agora está completo

Mudanças no comando

O engenheiro agrônomo Luiz Kaminski, 52 anos, é o terceiro empregado de carreira a ser nomeado diretor da Itaipu Binacional. Ele assume a Diretoria de Coordenação no lugar de Helio Amaral. A nomeação, com mandato até 16 de maio de 2022, foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Também foram nomeados os conselheiros Frederico Matos de Oliveira e Samantha Ribeiro Meyer. A designação tem validade até 16 de maio de 2020. Com essas nomeações, o número de representantes brasileiros no Conselho de Administração da Itaipu está completo.

Advogada, doutora e professora universitária, Samantha é a primeira mulher a assumir uma vaga no Conselho de Administração no lado brasileiro da Itaipu. Frederico Matos de Oliveira é advogado e diretor do Departamento de Articulação com os Estados da Casa Civil.

O decreto desta segunda-feira, 11 de dezembro, publicado nesta terça-feira, é assinado pelo presidente da República, Michel Temer, e pelo ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho. Link para as nomeações no Diário da União: goo.gl/k2mNDP.

Antes de Kaminski, outros dois empregados de carreira haviam sido nomeados diretores na Itaipu. A primeira, em 2006, foi Margaret Groff, hoje aposentada, na Diretoria Financeira Executiva. Em março deste ano, Marcos Baumgärtner foi nomeado diretor administrativo.

Quem é Kaminski

Com toda sua vida profissional dedicada à Itaipu Binacional (seu primeiro emprego foi na empresa), Newton Kaminski tem quase 30 anos de casa e sempre atuou na área de Coordenação, a diretoria que passará a comandar a partir desta terça-feira.

Kaminski era superintendente de Obras e Desenvolvimento há 13 anos. Engenheiro agrônomo, o novo diretor é formado pela Universidade Federal do Paraná e tem diversos cursos de especialização e pós-graduação, entre eles o de Biodiversidade, pelo Instituto Smithsonian, nos Estados Unidos, em 1995; e de Gestão de Empresas do Setor Elétrico, pela Universidade de São Paulo (USP), em 2000.

“Queremos fazer desses três próximos anos o caminho para a construção das próximas três décadas, com a ampliação de nossas ações e o surgimento de novos negócios que possam dar continuidade ao trabalho que já vem sendo desenvolvido e é referência no setor”, ressalta Kaminski.

Para o diretor-geral brasileiro, Luiz Fernando Leone Vianna, o currículo e a reconhecida competência credenciam Kaminski ao cargo. “É um profissional de nossa maior confiança.”

Conselho

Com as nomeações de Oliveira e Samantha, o quadro de conselheiros brasileiros da Itaipu ficou completo, com sete integrantes. Além dos dois recém-nomeados, dele também fazem parte Orlando Moisés Fischer Pessuti, Adailton da Rocha Teixeira, Paulo Jerônimo Bandeira de Mello Pedrosa, Paulo Estivallet de Mesquita e Marcos Bezerra Abbot Galvão (representante do Ministério de Relações Exteriores, sem direito a voto nas decisões do Conselho). Todos têm mandato até 16 de maio de 2020.

As atribuições e competências do Conselho de Administração são fixadas no Anexo A do Tratado de Itaipu e no Regimento Interno da Entidade. O Conselho tem seis reuniões ordinárias por ano, de acordo com calendário aprovado na última reunião do exercício anterior. Excepcionalmente, podem ser convocadas reuniões extraordinárias.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia