TÜV Rheinland amplia atuação no setor de iluminação

A proibição de comercialização de lâmpadas incandescentes com potência de até 60 w, em vigor desde o dia primeiro de julho

Empresa e a energia solar

A TÜV Rheinland Brasil, subsidiária de um dos maiores grupos mundiais de certificação, inspeção, treinamento e gerenciamento de projetos, foi autorizada como organismo certificador de lâmpadas LED. O laboratório da empresa, localizado no bairro Jabaquara, em São Paulo, está prestes a receber a acreditação do INMETRO para realização dos ensaios desses produtos.

A empresa possui uma longa trajetória de atuação no mercado de iluminação, pelo fato de já ensaiar lâmpadas fluorescentes compactas conforme as normas do PROCEL, e agora amplia seu escopo para atender esta nova tecnologia.

“Estamos ampliando nosso escopo de atuação no setor de iluminação, tanto do laboratório quanto da certificadora, e isso nos permitirá reforçar o trabalho junto aos clientes atuais e conquistar novos”, explica João Damião, Gerente Técnico da TÜV Rheinland Brasil.

A proibição de comercialização de lâmpadas incandescentes com potência de até 60 w, em vigor desde o dia primeiro de julho, vai impulsionar as vendas dos produtos de LED e fluorescentes e, portanto, incrementará a demanda por certificação e ensaios. A nova legislação prevê sanções aos varejistas que não cumprirem a determinação, e seu objetivo é elevar a participação no mercado de produtos com maior eficiência energética, como as lâmpadas LED.

Esse e outros serviços que a TÜV Rheinland Brasil oferece ao o setor elétrico, incluindo a área de eletrodomésticos, serão apresentados na Eletrolar Show, a maior feira da América Latina de negócios da indústria e do varejo de eletrodomésticos, eletroeletrônicos, celulares, TI e UD, que acontece de 20 a 23 de julho, em São Paulo.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia