CCEE: PLD cai 75% no Sudeste, Sul e Norte

Preço da primeira semana de junho é fixado em R$ 118,77/MWh nos três submercados e em R$ 157,33/MWh no Nordeste (-67%)

CCEE

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período entre 27 de maio e 2 de junho caiu 75% nos submercados Sudeste/Centro-Oeste, Sul e Norte ao passar de R$ 471,16/MWh para R$ 118,77/MWh. O preço no Nordeste também foi reduzido (-67%), mas ficou descolado aos demais, em R$ 157,33/MWh, uma vez que os limites de intercâmbio referentes ao recebimento de energia pelo Nordeste passam a ser atingidos.

A expressiva queda no PLD em todo o país é explicada pelos altos índices de afluências verificados no final de maio, o que também contribui para a previsão mais otimista para as próximas semanas.

As afluências previstas para o Sistema, em maio, fecharam em 90% da Média de Longo Termo – MLT, acima da média no Sudeste (101%) e no Sul (133%), mas ainda abaixo da MLT no Nordeste (23%) e Norte (67%). Em junho, as ENAs são esperadas acima da média em todo o país (106%) com influência direta dos índices previstos para o Sudeste (110%) e o Sul (147%).

Já a previsão de carga para a próxima semana deve ficar em torno de 375 MWmédios mais baixa com retração em todos os submercados, exceto no Sul (+ 5 MWmédios).

Os níveis dos reservatórios do SIN, também por conta da melhora na previsão de afluências, ficaram aproximadamente 6.230 MWmédios acima do esperado. A elevação foi observada em todos os submercados com exceção ao Nordeste, cujos níveis não se alteraram. O aumento da energia armazenada foi de 3.870 MWmédios no Sudeste, 2.230 MWmédios no Sul e 130 MWmédios no Norte.

O fator de ajuste do MRE previsto para maio é de 79,4% e o índice para junho é de 82,9%. Os Encargos de Serviços do Sistema – ESS são esperados em R$ 41 milhões para maio, sendo R$ 33 milhões referentes à restrição operativa. Já para junho, a previsão é R$ 47 milhões, sendo R$ 44 mi referentes à segurança energética.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia