Geração de energia elétrica cresce 1,4% em julho

Dados consolidados da CCEE apontam melhora no desempenho de usinas eólicas (+71,5%) e hidráulicas (+8,2%); produção de térmicas cai 26,4% no período

Divulgação

As informações do boletim InfoMercado Mensal da CCEE, com dados de julho de 2016, mostrou que a geração de energia elétrica das usinas do Sistema Interligado Nacional (SIN) somou 59.127 MW médios, montante 1,4% superior ao registrado no mesmo período do ano passado quando foram produzidos 58.314 MW médios.

Os números têm influência do desempenho das usinas hidráulicas (42.874 MW médios), incluindo as Pequenas Centrais Hidrelétricas – PCHs, que cresceu 8,2% e eólicas (4.386 MW médios), que avançou 71,5% na comparação com julho de 2015.

Os dados consolidados da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica apontam que, na comparação com o mesmo período do ano passado, o conjunto das usinas térmicas do Sistema reduziu em 26,4% a geração de energia. A queda é explicada pelo menor uso de usinas mais caras e poluentes movidas a óleo diesel (-81,5%) e bicombustível (-46,8%).

Na análise da representatividade, a fonte hidráulica, já computando as PCHs, foi responsável por 72% da geração em julho. A geração térmica alcançou 20%, enquanto as usinas eólicas entregaram 8% da energia ao SIN.

Já em termos de capacidade instalada, os números apontam que as usinas hidrelétricas (> 30MW) fecharam julho com 107.274 MW, seguidas pelas térmicas (35.689 MW), eólicas (9.453 MW) e PCH’s (5.080 MW).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia