PLD atinge teto de R$ 533,82/MWh em todos os submercados

Aumento do preço é impactado pela queda de 70% para 58% da média na previsão de afluências para o Sistema, em setembro

Arquivo: UI

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período entre 9 e 15 de setembro subiu 8% ao atingir o valor máximo de R$ 533,82/MWh, em todos os patamares, no Sudeste/Centro-Oeste, Sul, Nordeste e Norte.

A queda na previsão de afluências para o Sistema Interligado Nacional – SIN em setembro (de 70% para 58% da média histórica) é a principal responsável pelo aumento do PLD. As ENAs esperadas para o mês seguem abaixo da média em todos os submercados: Sudeste (71%), Sul (43%), Nordeste (32%) e Norte (50%).

A expectativa é que a carga prevista para o SIN na próxima semana não sofra alteração significativa, com elevação de aproximadamente 100 MWmédios no Sul e redução de 100 MWmédios no Norte.

Já os níveis dos reservatórios do Sistema estão cerca de 850 MWmédios mais baixos em comparação com a expectativa da última semana. As reduções foram verificadas no Sudeste (-600 MWmédios) e no Sul (-500 MWmédios). No Nordeste (+150 MWmédios) e no Norte e (+100 MWmédios) os níveis de energia armazenada estão mais altos.

O fator de ajuste do MRE previsto para setembro é de para 62,2%. Os Encargos de Serviços do Sistema – ESS são esperados em R$ 12,65 milhões para o período, sendo R$ 11,23 milhões relacionados à restrição operativa.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia