Região Nordeste segue com índice de vazão inferior, mostra ONS

Região Sudeste/Centro-Oeste, em termos de vazões naturais mensais, a expectativa para o mês de julho é de uma média de 117%

Volume dos reservatórios

O Operador do Sistema Interligado (ONS) divulgou a Análise do Resultado da Previsão Semanal de Vazões para todos os subsistemas para o mês de julho e para a semana iniciada neste sábado (11).

De acordo com ONS, os subsistema Sudeste/Centro- Oeste, apresentam- se em recessão em relação às verificadas. No fim da próxima semana, a passagem de uma frente fria  pela  região  Sudeste  deve  provocar  chuva  moderada  na  bacia  do rio Paranapanema e precipitação de intensidade  fraca  nas  bacias  dos  rios Tietê e Paraíba do Sul e em pontos isolados da bacia do rio Grande. O valor previsto  de  Energia  Natural  Afluente  (ENA)  para  a  próxima  semana,  em relação  à  média  de  longo  termo,  é  de  128%  da  MLT,  sendo  armazenável 125% da MLT.

No  subsistema  Sul,  as  vazões  naturais  previstas  para  a  próxima  semana apresentam-se em ascenção em relação às verificadas na semana em curso.

O avanço  de  uma  frente  fria  pela  região  Sul na próxima  semana  operativa deve ocasionar chuva moderada nas bacias hidrográficas dessa região. Em termos de Energia Natural Afluente, a previsão  é  de  um  valor  de  176%  da MLT para a próxima semana, sendo armazenável 137% da MLT.

No  subsistema  Nordeste,  as  vazões  naturais  previstas  para  a  próxima semana  apresentam-se em recessão  em  relação  ao  observado  da  semana corrente.  A  bacia  do  rio  São  Francisco  não  deve  apresentar  precipitação significativa na próxima semana. O valor  esperado  da  ENA  para  a  próxima semana é de 48% MLT, sendo totalmente armazenável.

Para  o  subsistema  Norte,  as  vazões naturais  previstas  para  a  próxima semana apresentam-se  em recessão   em relação ao observado nesta semana. Na próxima   semana operativa, não há previsão de chuva significativa  para  a  bacia  do  rio  Tocantins.  Em  relação  à  média  de  longo termo, a previsão para a próxima semana é de um valor de ENA de 91% MLT, sendo totalmente armazenável.

Previsão Mensal de Vazões

Regiões Sudeste/Centro-Oeste

Em termos de vazões naturais mensais, a expectativa para o mês de julho é de uma média de 117%  da  MLT,  sendo  armazenável  114%  da  MLT,  o  que representa  um  cenário  hidrológico  superior  em  termos  de  MLT  ao  que  se verificou no último mês. Caso ocorra o cenário de limite inferior da previsão, a média da ENA prevista para  o  mês  situar-se-á no  patamar  de  107%  da  MLT,  sendo  armazenável 105% da MLT.

Região Sul

O valor esperado da média de vazões naturais para o mês de julho é de 155% da  MLT, sendo armazenável 132%  da  MLT,  o  que  revela  uma  condição hidrológica superior em termos de MLT ao que se verificou no último mês. Caso  ocorra  o  cenário  com o limite inferior da  previsão,  a  média  da  ENA prevista  para  o  mês  situar-se-á  no  patamar  de  104%  da  MLT,  sendo armazenável 86% da MLT.

Região Nordeste

A previsão da média de vazões naturais para o mês de julho é de 49%, sendo totalmente armazenável, o que representa um cenário hidrológico inferior em termos de MLT ao observado no mês anterior. O limite inferior da previsão indica o valor de 48% da MLT para a ENA mensal, sendo totalmente armazenável.

Região Norte

Em  termos  de  vazões  naturais  mensais,  a expectativa  é  de  que  o  mês  de julho apresente uma média de 90% da MLT, sendo totalmente armazenável, o  que  representa  um  cenário  hidrológico  inferior em termos  de  MLT  ao observado no mês anterior. Em relação ao limite inferior, a previsão indica 87% da MLT, sendo totalmente armazenável.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia