PLD médio sobe 10% no submercado Norte

Afluências previstas para o SIN ficam em 83% da média histórica

PLD para a semana

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informa que o Preço de Liquidação das Diferenças – PLD para o período de 25 de abril a 1º de maio nos submercados Sudeste, Sul e Nordeste permanece no teto (R$ 388,48/MWh) estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL para 2015. Já no submercado Norte, o PLD médio foi definido em R$ 119,33/MWh, valor 10% maior em relação à semana anterior.

A previsão das afluências para o Sistema Interligado Nacional – SIN na quinta semana de abril teve elevação de 800 MWmédios frente à expectativa anterior, sendo revista de 82% para 83% da média histórica. A principal causa do aumento foi a melhora na expectativa para a região Sul (95% para 113% da média) que adicionou em torno de 1.200 MWmédios de energia ao sistema. Já para os demais submercados houve pequenas reduções na previsão – 100 MWmédios nos submercados Sudeste e Nordeste, e 200 MWmédios no Norte. Em termos de médias históricas, o Sudeste manteve a expectativa em 88%, enquanto a do Nordeste (56% para 55%) e Norte (83% para 82%) foram ligeiramente revistas.

A redução esperada para as afluências do Norte manteve o cenário de envio do excedente de energia para o Sudeste/Centro-Oeste e o Nordeste até os limites das capacidades de intercâmbio de energia entre as regiões, causando diferença nos custos entre esses submercados.

Repetindo o cenário das semanas anteriores, a expectativa de vertimento e consequente afogamento do canal de fuga da UHE Tucuruí ocasiona perda de produtividade nesta usina. Essa redução na capacidade de geração do Norte provocou aumento de R$ 9/MWh no preço médio deste submercado.

A expectativa é de que haja aumento de aproximadamente 1.400 MWmédios na carga do SIN, sendo 1.000 MWmédios no Sudeste e o restante, 400 MWmédios, no submercado Nordeste. Não houve variação na carga prevista nos demais submercados. O aumento na carga do sistema resultou na elevação de R$ 11/MWh nos custos marginais de operação do Sudeste, Sul e Nordeste.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia