Vale e Petrobras beneficiadas nos acordos com a China

Tecnologia nuclear, energia eólica e painéis solares estão no pacote com o governo brasileiro

China e  Brasil

Durante a visita da comitiva chinesa com a presidente Dilma Rousseff e o primeiro-ministro chinês, Keqiang, nesta terça-feira (19) em Brasília, foram assinados 35 acordos. No setor elétrico, foram firmados memorando de entendimento sobre cooperação na área de tecnologia nuclear; acordo de conclusão de transferência de ações da empresa EDPR para a Three Gorges Corporation sobre projeto de energia eólica; e memorando de entendimento sobre cooperação em promoção de comércio e investimentos para construção de painéis solares fotovoltaicos.

A cooperação entre empresas chinesas, a Petrobras e a Vale também foram objeto de acordos e memorandos. No setor de Petróleo e Gás, foram assinados acordos-quadro de cooperação para financiamento de projetos da Petrobras, no valor total de US$ 7 bilhões, além de cooperação para a criação de relacionamento de longo prazo.

Já a Vale será beneficiada com contrato de afretamento com a Cosco, e memorandos de financiamento sobre projetos de compra do total de 24 navios de minério de ferro de tonelagem de 400 mil toneladas; além da assinatura de entendimento para aquisição de quatro navios da Class carregadores de minério de grande porte; e acordo-quadro entre China Merchants Shipping e Vale para transporte marítimo de minério de ferro.

Os representantes da China National Nuclear Corporation (CNNC), comitiva encabeçada por Sun Qin, Presidente do Conselho da China National Nuclear Corporation (CNNC), participaram de reunião presidida pelo Ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, e contou com a presença do presidente da Eletrobras, José da Costa Carvalho Neto.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia