ANP fecha road show com investidores no Canadá e nos EUA

No total, os diretores se reuniram com mais de 200 representantes de petroleiras e investidores internacionais

Ag. Petrobras

O diretor-geral da ANP, Décio Oddone, e o diretor Dirceu Amorelli encerram nesta sexta-feira (26) a série de reuniões realizadas ao longo da semana em Calgary (Canadá) e Nova York (EUA) para divulgar as rodadas de licitação previstas para este ano e a oferta permanente de áreas. No total, os diretores se reuniram com mais de 200 representantes de petroleiras e investidores internacionais.

Nos últimos três dias (24 a 26/1), foram realizados encontros em Nova York com investidores e os principais bancos e instituições financeiras mundiais, tais como do Credit Suisse, Citibank, Goldman Sachs, HSBC, Santander, Itaú, Bradesco e JP Morgan.

No início da semana (22 e 23/1), os diretores participaram de reuniões com empresas do setor de petróleo e gás em Calgary, cidade reconhecida como um dos principais centros do segmento no mundo.

O diretor-geral realizou ainda uma apresentação no almoço do Canadian Global Exploration Forum, que representa as principais empresas do setor de upstream do Canadá.

Nos encontros, foram apresentados dados e informações técnicas sobre as regras para participação e as áreas oferecidas nas rodadas e na oferta permanente de áreas, além de esclarecimentos sobre o potencial petrolífero e os aprimoramentos regulatórios do setor no Brasil.

Décio Oddone destacou a oferta permanente de áreas, que terá início em maio. “A oferta permanente representará uma revolução na forma como se darão as oportunidades para exploração de petróleo e gás no Brasil. Para a maioria das áreas não haverá mais a necessidade de esperar por um leilão. Isso vai estimular a atuação das pequenas e médias empresas. O impacto disse ainda não foi claramente percebido pelo mercado”.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia