Barril do Brent fecha em alta de 5,23%

O excesso de oferta e a recusa dos grandes produtores a reduzir o bombeamento é a principal causa desse cenário, o que levou o Brent cair mais de 55% desde julho de 2014

Preços em queda

O barril de petróleo Brent para entrega em outubro fechou nesta sexta-feira no mercado de futuros de Londres em alta de 5,23%, cotado a US$ 50,05.

O petróleo do Mar do Norte terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 2,49 acima do valor de ontem, que foi de US$ 47,56.

O preço do petróleo continuou com a tendência de alta registrada nos últimos quatro dias, mas a um ritmo mais moderado que ontem, quando recuperou US$ 4,10 em uma sessão.

A cotação do barril de petróleo de referência na Europa aumentou desde que desabou 6,02% na segunda-feira, em meio às turbulências nos mercados asiáticos e a preocupação entre os investidores pela evolução da economia chinesa.

A China, segundo consumidor mundial, atravessa problemas financeiros que ameaçam reduzir a demanda de petróleo, apesar de as importações do país continuarem em alta durante os últimos meses.

Os baixos preços alcançados pelo petróleo no começo da semana, quando os contratos do Brent para outubro chegaram a fechar em US$ 42,69 o barril, o menor desde o início de 2009, encorajaram as operações no ICE.

Esse impulso se manteve até o final da semana, apesar de que continuam vivos os temores de que uma redução da economia chinesa aumente a pressão à crise de preços que os mercados do petróleo vivem há meses.

O excesso de oferta e a recusa dos grandes produtores a reduzir o bombeamento é a principal causa desse cenário, o que levou o Brent cair mais de 55% desde julho de 2014.

Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia