Barril do Texas fecha em alta de 1,76%

Preço do petróleo experimentou uma forte queda nos últimos meses por um excesso de oferta no mercado

Benefícios

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta terça-feira em alta de 1,76%, aos US$ 61,26 o barril, o máximo anual registrado até agora.

No final do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros para entrega em julho subiram US$ 1,06 em relação ao fechamento de ontem.

O aumento de hoje foi atribuído pelos analistas ao convencimento de que, quando se saiba amanhã o nível das reservas de petróleo dos Estados Unidos, haverá uma nova redução semanal, próxima aos 2,5 milhões de barris.

O mercado está pendente, além disso, da reunião que a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) realizará na próxima sexta-feira, embora não haja indicações que em esse encontro se estabeleça uma redução nos níveis de produção.

O preço do petróleo experimentou uma forte queda nos últimos meses por um excesso de oferta no mercado.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em julho subiram US$ 0,02, até US$ 2,06 o galão, assim como os de gasóleo de calefação, que terminaram em US$ 1,95.

Já os contratos de gás natural para entrega em julho fecharam em alta de US$ 0,05 e encerraram o dia cotados a US$ 2,70 para cada mil pés cúbicos.

Com  Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia