Barril do Texas fecha em baixa de 1,43%

Produção de petróleo em junho subiu em 300 mil barris diários, para 32,72 milhões, o maior nível desde agosto de 2008

Arquivo :SE

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou em baixa de 1,43% nesta segunda-feira, cotado a US$ 44,76, em um dia de divulgação de relatórios que indicam um aumento de produção nos principais países exportadores.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em agosto caíram US$ 0,65 em relação ao fechamento anterior.

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) divulgou hoje que a produção de petróleo em junho subiu em 300 mil barris diários, para 32,72 milhões, o maior nível desde agosto de 2008.

O resultado confirma o excesso de oferta que há no mercado e que vem gerando uma queda nos preços internacionais do produto desde o final de 2014.

Por sua vez, os contratos de gasolina com vencimento em agosto subiram US$ 0,01 e fecharam em US$ 1,38 o galão, enquanto os de gasóleo de calefação para entrega no mesmo mês ganharam US$ 0,04 e fecharam cotados em US$ 1,42.

Já os contratos de gás natural com vencimento em agosto caíram US$ 0,10 e fecharam em US$ 2,70 para cada mil pés cúbicos.

Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia