Barril do Texas fecha em baixa de 1,45%

Contratos de gasolina para entrega em agosto subiram US$ 0,01, até US$ 1,93 o galão

Preços em queda

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta segunda-feira em baixa de 1,45%, aos US$ 50,15 o barril, em um dia no qual as Nações Unidas deram seu respaldo definitivo ao pacto nuclear com o Irã.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros para entrega em agosto caíram US$ 0,74 em relação ao fechamento de sexta-feira passada.

As baixas seguem sendo atribuídas ao acordo nuclear do Irã, segundo o qual as principais potências aceitaram suspender as sanções ao país, entre elas as que afetam à produção e exportação de petróleo.

Hoje as Nações Unidas aprovaram por maioria o pacto e deram sinal verde para que as sanções sejam suspensas sempre e quando o país persa respeite o acordo.

Em um momento no qual o petróleo reduziu drasticamente seus preços no último ano por uma crise de excesso de oferta, esta notícia põe no mercado ainda mais quantidade de petróleo, o que barateia seus preços.

Por sua parte, os contratos de gasolina para entrega em agosto subiram US$ 0,01, até US$ 1,93 o galão, enquanto os de gasóleo para calefação se mantiveram estáveis em US$ 1,66.

Já os contratos de gás natural para entrega em agosto tiveram baixa de US$ 0,05 e encerraram o dia cotados a US$ 2,82 para cada mil pés cúbicos.

Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia