Barril do Texas fecha em baixa de 4,13%

Preços pesou com o arrefecimento da economia da China, maior importador mundial de hidrocarbonetos

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta segunda-feira em baixa de 4,13%, cotado a US$ 45,17, seu nível mais baixo desde o mês de março.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do petróleo WTI para entrega em setembro caíram US$ 1,95 em relação ao fechamento da última sexta.

O petróleo subiu pelo segundo dia consecutivo após a divulgação de dados recentes que confirmam o arrefecimento da economia da China, maior importador mundial de hidrocarbonetos. Analistas também atribuíram a queda ao temor nos mercados pelo iminente retorno do petróleo iraniano após a suspensão das sanções.

Os contratos de gasolina para entrega em setembro caíram US$ 0,10, para US$ 1,77 o galão (3,78 litros). Os de gasóleo para calefação para entrega no mesmo mês recuaram US$ 0,05, para US$ 1,53 o galão.

Já os contratos de gás natural também para entrega em setembro subiram US$ 0,03 e fecharam em US$ 2,74 por cada mil pés cúbicos.

Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia