Barril do Texas fecha em leve baixa de 0,07%

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros para entrega em agosto caíram US$ 0,04

Arquivo: UI

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta sexta-feira em leve baixa de 0,07%, aos US$ 52,74 o barril, depois que a Agência Internacional de Energia (AIE) previu que a demanda por petróleo diminuirá em 2016.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros para entrega em agosto caíram US$ 0,04 em relação ao fechamento de ontem.

O preço do barril de referências nos Estados Unidos terminou com um leve retrocesso após a divulgação do relatório mensal da AIE e depois que se soube que as jazidas no país quase não aumentaram esta semana.

Segundo a AIE, após ter tocado seu teto no primeiro trimestre do ano, em parte pelas temperaturas surpreendentemente baixas do inverno europeu, a demanda global por petróleo se desacelerará em 2016, apesar do forte aumento do consumo nos países da Ásia em vias de industrialização.

A agência estima que a demanda caia no próximo ano até 1,2 milhão de barris diários no mundo todo, frente a 1,4 milhão deste ano, com um pico de 1,8 milhão de barris no primeiro trimestre de 2015.

Por sua parte, os contratos de gasolina para entrega em agosto perderam US$ 0,03, até US$ 2,02 o galão, enquanto os de gasóleo para calefação se mantiveram estáveis em US$ 1,74.

Já os contratos de gás natural para entrega em agosto fecharam em alta de US$ 0,04 e encerraram o dia cotados a US$ 2,77 para cada mil pés cúbicos.

Com Ag. EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia