Compagas e Petrobras em contrato de R$2,8 bilhões para abastecer a UEGA

As duas companhias firmaram aditivo com a termelétrica de Araucária para vender o gás natural adquirido da petroleira

BNDES e as regras

A Companhia Paranaense de Gás (Compagas) e a Petrobras firmaram nesta mês um termo aditivo ao contrato de compra e venda de gás natural para abastecimento da Usina Elétrica a Gás de Araucária (UEGA). O aditivo estende o contrato até 31 de janeiro de 2017 e eleva o valor total para R$ 2,872 bilhões.

Além disso, a Compagas firmou aditivo com a termelétrica de Araucária para vender o gás natural adquirido da Petrobras. O aditivo também estende o contrato até 31 de janeiro de 2017 e, neste caso, eleva o seu valor para R$ 3 bilhões.A Compagas mantém contratos de fornecimento de gás natural para a UEGA desde 2014, o que permite o Paraná contribuir com a geração de energia elétrica ao Sistema Interligado Nacional (SIN). Em 2015, a térmica respondeu por mais de 48% de todo o gás distribuído pela Compagas.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia