Petrobras anuncia avaliação de preços de gasolina e diesel

A avaliação dos representantes do GEMP é que a política de preços definida pela Petrobras tem sido capaz de garantir a aderência dos preços praticados pela companhia às volatilidades dos mercados de derivados e ao câmbio

Preços em alta

O Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) da Petrobras decidiu nesta quinta-feira, 26 de outubro, autorizar reajustes de +1,7% na gasolina e -0,5% para o diesel, uma vez que, para a gasolina, o limite superior de variação de +7% fixado pela política de preços da companhia para decisões da área técnica foi atingido. O reajuste entra em vigor à zero hora desta sexta-feira, 27 de outubro.

Nas últimas semanas observou-se um aumento dos preços no mercado mundial de petróleo e derivados decorrente da redução dos estoques globais e de questões geopolíticas envolvendo o Iraque e o acordo nuclear com o Irã. Adicionalmente, verificou-se uma depreciação do valor do real frente ao dólar.

A avaliação dos representantes do GEMP é que a política de preços definida pela Petrobras tem sido capaz de garantir a aderência dos preços praticados pela companhia às volatilidades dos mercados de derivados e ao câmbio.

Com os ajustes definidos hoje, a área de marketing e comercialização da Petrobras volta a contar com uma faixa de -7% a +7% para operar os movimentos de preços necessários ao longo do mês. Caso este limite seja novamente ultrapassado, o GEMP realizará novas reuniões ao longo do período.

As reuniões de avaliação do GEMP são realizadas, no mínimo, uma vez por mês.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia