Preços do petróleo disparam e WTI sobe quase 2%

O produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo ficou, em média, a 32,5 milhões de barris por dia em 2017

Arquivo: UI

O petróleo seguiu em alta nesta terça-feira, estendendo os ganhos pela segunda sessão consecutiva, uma vez que as expectativas de uma queda semanal marcará o oitavo recorde nos estoques dos Estados Unidos, o que ajudaram a ajustar os preços para marcar outro avanço em três anos.

Os contratos de fevereiro para o West Texas Crude – CLG8 – estava em alta de 2,02% subiu US $ 1,23, ou 2%, em torno de US $ 62,96 o barril na New York Mercantile Exchange depois de atingir a máxima de US $ 63,01. Os preços não foram negociados ou se estabeleceram a níveis tão elevados desde dezembro de 2014, de acordo com os dados do FactSet.

Os contratos para março do Brent – LCOH8- seguiram valorizados em 1,53% e aumentou US $ 1,06, ou 1,6%, para US $ 68,85 em ICE Futures Europe (Londres), também está pronto para o seu maior avanço desde o final de 2014.

Na semana passada, a WTI e a Brent subiram 1,7% e 1,1%, respectivamente. Uma série de quedas de sete semanas nos suprimentos de petróleo dos Estados Unidos e as preocupações com a agitação no Irã foram os principais fatores desse rali. Um declínio semanal no número de plataformas de perfuração nos Estados Unidos levou ambos os contratos a terminarem ainda mais na segunda-feira .

Nesta terça-feira, o relatório mensal da Energy Information Administration (EIA) elevou suas previsões de preços de 2018 no petróleo West Texas Intermediate (WTI) a US $ 55,33 e Brent bruto para US $ 59,74.

Também levantou a previsão de produção de petróleo bruto de 2018 para 10,27 milhões de barris por dia, um aumento de 2,6% em relação à previsão de dezembro. Para 2019, a produção média deve ficar em 10,85 milhões de barris por dia. Ambos seriam níveis de produção anuais recorde.

O produção da Organização dos Países Exportadores de Petróleo – OPEP ficou, em média, a 32,5 milhões de barris por dia em 2017, abaixo de 200 mil barris por dia a partir de 2016, disse o EIA. Espera que a produção da OPEP aumente 200 mil barris por dia em 2018, em parte devido às expectativas de que a Líbia manterá níveis de “produção relativamente alta”.

Nesta terça-feira, o grupo de comércio, o American Petroleum Institute, divulgará números sobre o fornecimento de petróleo doméstico, seguido dos números da EIA de amanhã.

Os analistas pesquisados ​​pela S & P Global Platts preveem que o EIA reportará uma queda de 3,5 milhões de barris nos estoques de petróleo da semana passada, enquanto os estoques de gasolina aumentaram 2,3 milhões e os destilados subiram 2,1 milhões de barris.

Neste momento, o preço do WTI negociado em Nova York está em alta de 1,88% a US$62,89 o barril.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia