Comerc Energia persegue meta de consciência energética 360º

Compromisso passa por árvores solares e certificados que medem quanto seus clientes mitigaram seus impactos ambientais

Arquivo:SE

Promover uma maior consciência energética dentro de casa, junto aos clientes e à sociedade. “Esta é uma das metas do grupo Comerc Energia, que se traduz, por exemplo, no “plantio” de cinco “árvores” de placas solares no Rock in Rio 2017, nas quais as pessoas poderão carregar seus telefones celulares com energia 100% limpa”, afirma Marcel Haratz, diretor da Comerc Solar, unidade especializada da Comerc Energia. Juntas, as cinco árvores terão capacidade de gerar energia suficiente para a sua própria iluminação e para carregar 10 telefones celulares simultaneamente.

Em outra frente, a consciência energética do grupo expressa-se pela mensuração anual do consumo de fontes renováveis de seus clientes por meio do Certificado Comerc-Sinerconsult de Energia Renovável. “Os Certificados atestam o benefício para o meio ambiente proporcionado por quem consome energia de fontes renováveis, como eólica, solar fotovoltaica, biomassa, ou, ainda, de Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs)”, explica o presidente da Comerc, Cristopher Vlavianos. “Assim, os clientes podem mensurar o quanto a sua decisão de consumir energia de fontes renováveis evitou a emissão de gases de efeito estufa a cada ano”, acrescenta.

Equivalência em reflorestamento

Só no ano passado, a base de clientes da Comerc Energia que consumiu energia limpa evitou a emissão de 378 mil toneladas de gás carbônico (CO2) na atmosfera. Segundo os cálculos da consultoria Sinerconsult, o esforço equivale ao reflorestamento de uma área com mais de 3,3 milhões de árvores, ou mais de 2.500 campos de futebol, por mais de 30 anos. A metodologia adotada nos cálculos dos certificados está baseada no protocolo GHG, ou Greenhouse Gas Protocol, que quantifica a emissão de gás de efeito estufa que é evitada toda a vez que uma empresa deixa de consumir uma fonte de energia não renovável e adota uma fonte renovável. “É uma metodologia reconhecida internacionalmente por governos e empresas, compatível com a norma ISO 14.064 e com os métodos de quantificação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas (IPCC)”, informa Vlavianos.

Eficiência energética em casa

O grupo Comerc ainda promove, por meio da Comerc ESCO, o desenvolvimento de projetos de eficiência energética e iniciativas de geração distribuída de energia solar fotovoltaica, por meio da Comerc Solar. E não é só. “Adotamos a consciência energética dentro de casa”, garante Vlavianos. Ele cita como exemplo a nova sede da empresa, de 2.300 metros quadrados, em São Paulo. Em todo o seu espaço, a empresa adota lâmpadas 100% LED, tecnologia que permite uma redução no consumo de energia de mais de 50%.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia