Petrobras divulga o Relatório de Sustentabilidade de 2014

Criação da área de Governança, Risco e Conformidade, aprovada no final de 2014, evidencia o compromisso da empresa com a transparência e o combate à corrupção

Petrobras e a preservação

A Petrobras divulgou nesta terça-feira (11) o Relatório de Sustentabilidade 2014. A publicação, que reúne informações sobre o desempenho operacional, econômico, social e ambiental, destaca recordes de produção de petróleo e gás, além de apresentar a nova área de Governança, Risco e Conformidade da empresa. Entre as tecnologias desenvolvidas ao longo do ano de 2014 pela Petrobras, destaca-se o desenvolvimento da primeira interpretação de dados de sísmica 4D do sistema permanente do Campo de Jubarte, no Parque das Baleias, Bacia do Espírito Santo, que resultou na mudança da locação de um poço produtor e pode contribuir na otimização do desenvolvimento do campo, aumentando o fator de recuperação. O sistema de monitoramento sísmico permanente desenvolvido para o Campo de Jubarte é pioneiro na indústria de petróleo em águas profundas, utilizando sistema de transferência de sinal em fibra ótica até a plataforma, que proporciona melhor qualidade e alta taxa de transferência de dados.

Outro dado relevante refere-se aos investimentos em Pesquisa e Desenvolvimento. A Petrobras, que é uma das empresas de petróleo e gás que mais investem nessa área, no mundo, destinou, em 2014, ao Centro de Pesquisas Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes), aportes que totalizaram R$ 2,59 bilhões. Esses recursos fizeram com que o Cenpes atingisse a marca de 752 projetos de pesquisa e desenvolvimento no fim do ano passado. O Centro de Pesquisas mantém parcerias com mais de 100 Universidades e Instituições de Ciência e Tecnologia no Brasil. Através dos investimentos em pesquisa, a Petrobras busca o desenvolvimento de soluções tecnológicas e sustentáveis que garantam a agregação de valor aos processos da Companhia.

Governança, Risco e Conformidade

A criação da área de Governança, Risco e Conformidade, aprovada no final de 2014, evidencia o compromisso da empresa com a transparência e o combate à corrupção. No ano em que a Petrobras aumentou a busca por maior controle, conformidade e eficácia nos processos, foram lançados ainda o Guia de Conduta e o Manual do Programa Petrobras de Prevenção da Corrupção. A empresa também se voltou para a disseminação do assunto entre seus empregados. Ao todo, 1.283 profissionais receberam treinamento sobre “prevenção à fraude e corrupção”, até o mês de dezembro.

Investimentos socioambientais

No que se refere à contribuição da Petrobras para a sociedade brasileira, destaca-se o investimento no ano passado de cerca de R$ 612,2 milhões em mais de 1.400 projetos sociais, ambientais, culturais e esportivos, no Brasil e em outros países em que a companhia atua. As iniciativas têm o objetivo de contribuir com o desenvolvimento sustentável e a promoção de direitos. Através do Programa Petrobras Socioambiental, foram apoiados, por exemplo, projetos de recuperação de espécies e habitats, que levaram ao monitoramento e proteção de 250 espécies da fauna brasileira, e a exclusão da baleia jubarte e do albatroz-de-sobrancelha-negra da lista nacional oficial de espécies da fauna ameaçadas de extinção, publicada pelo Ministério do Meio Ambiente. O peixe-boi marinho, por exemplo, passou da situação de “Criticamente em Perigo” para “Em Perigo”. Além disso, cerca de 9,3 bilhões de metros quadrados de áreas naturais ou florestas foram recuperadas (o equivalente a sete vezes a cidade do Rio de Janeiro).

Produção

Um dos recordes batidos pela companhia foi na produção de petróleo e gás em 2014. Ao todo, foram produzidos 2,670 milhões de barris de óleo equivalente de petróleo e gás por dia, no ano passado, 5,1% acima do volume de 2013. Somente no Brasil, o crescimento foi de 6% e alcançou 2,461 milhões de barris de óleo equivalente. O aumento de 9,5% na produção nacional de gás natural, excluído o liquefeito, chegou a 11,85% se for considerada a produção operada pela Petrobras.

O Relatório de Sustentabilidade é produzido anualmente com o objetivo de fornecer aos públicos de interesse da companhia informações sobre a atuação e estratégia corporativas voltadas ao desenvolvimento sustentável. A publicação segue a versão mais atual das diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), principal iniciativa mundial na definição de parâmetros para relatórios desta natureza, e contempla ainda as diretrizes da ISO 26000, norma internacional de responsabilidade social corporativa. Auditado pela PricewaterhouseCooper (PwC) , o relatório apresenta o progresso em relação aos dez princípios do Pacto Global da ONU, do qual a Petrobras é signatária desde 2003.

Relatório completo:www.petrobras.com.br/rs2014

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia