Petrobras e Tamar completam 35 anos de parceria

Até o fim do ano, projeto espera atingir marca de 35 milhões de filhotes protegidos

Flickr Creative Commons

Um dos projetos mais ricos envolvendo a Petrobras é o Projeto Tamar que já dura 35 anos de parceria. Além disso, o Projeto embalou o sonho de muitos estudantes da área nas últimas décadas.

Entre os exemplares mais ricos está a tartaruga-oliva (Lepidochelys olivacea) – espécie mais abundante nas praias de Sergipe – que merece homenagem nas comemorações dos 15 anos do Projeto Tamar Aracaju. A comemoração ocorrerá no dia 28 de abril, e terá um show especial sob o comando do cantor e compositor Diogo Nogueira, às 20h, no Oceanário.

A programação inclui a soltura de filhotes, hoje, às 4 da tarde,  na praia de Atalaia, em frente à unidade do Tamar Sergipe. Os eventos também abrem o início das comemorações do aniversário de 35 anos da parceria com a Petrobras, marcada por conquistas como uma nova geração de fêmeas a desovar nas praias brasileiras. Até o final do ano, o Tamar espera atingir a marca de 35 milhões de filhotes protegidos.
Com o patrocínio da Petrobras, o Tamar em Sergipe protegeu mais de 93 mil ninhos de tartarugas marinhas, que representam hoje aproximadamente 35% do total de desovas protegidas pelo projeto nas principais áreas de reprodução no país. A temporada de reprodução 2016-2017, encerrada agora em março, registra um aumento de 31% em relação à temporada anterior no número de desovas de tartarugas-oliva no Brasil.

Com 25 bases em nove estados brasileiros, o Tamar começou a contar com o patrocínio da Petrobras em 1982. O projeto é o responsável pelo início da recuperação – comprovada cientificamente – das populações de três espécies – tartaruga-oliva, tartaruga-de-pente e tartaruga-cabeçuda; pelo crescimento do número de ninhos de tartaruga-de-couro; e pela estabilidade da tartaruga-verde em Fernando de Noronha.

Reconhecido internacionalmente como uma das mais bem-sucedidas experiências de conservação marinha, o Tamar envolve as comunidades costeiras diretamente no seu trabalho socioambiental e serve de modelo para outros países.

Hoje, o projeto alcança cerca de 1.100 km de praias, em áreas de alimentação, desova, crescimento e descanso das tartarugas, no litoral e ilhas oceânicas dos estados da Bahia, Sergipe, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Ceará, Espírito Santo, Rio de Janeiro, São Paulo e Santa Catarina. A principal missão é a pesquisa, conservação e manejo das cinco espécies de tartarugas marinhas que ocorrem no Brasil, todas ameaçadas de extinção.

O Tamar é membro da Rede de Projetos de Biodiversidade Marinha (Rede Biomar), grupo composto também pelos Projetos Albatroz, Baleia Jubarte, Coral Vivo e Golfinho Rotador, todos patrocinados pela Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental. Juntos, esses projetos atuam em diferentes frentes e são um símbolo da atuação da companhia na conservação marinha no Brasil.

Serviço

Soltura de filhotes
Data: 27 de abril de 2017
Horário: 16h
Local: Praia de Atalaia

Show com Diogo Nogueira
Data: 28 de abril de 2017
Horário: 20h
Local: Oceanário (Avenida Santos Dumont, 1010, Atalaia)

 

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia